Peregrino da Paz na “casa da Mãe”

A Papinha feita, deste mês, chega até ti com o Papa Francisco entre nós.

É uma edição francamente especial. Especiais foram as mensagens que o Papa Francisco nos foi deixando ao longo destes últimos dias.

Na semana que antecedeu a sua visita, o Papa Francisco dirigiu uma mensagem ao “querido povo português”.

Muitas foram as reações positivas a esta mensagem, uma delas o facto de Francisco a ter feito na nossa língua, em português, bem como as palavras que nos dirigiu no Santuário de Fátima.

Nesta mensagem, Francisco assume-me como “peregrino”, peregrino da paz, até à “casa da Mãe”. Francisco, peregrino, como qualquer um de nós.

Já no Santuário, Francisco esteve alguns minutos em silêncio aos pés de Maria. O Santuário acompanhou-o no silêncio. Tão simples, mas que diz tanto. Aliás, já sabemos, Deus fala-nos no silêncio e é no silêncio que lhe entregamos as nossas preocupações, o nosso coração e Ele nos demonstra a Sua simplicidade.

Francisco entregou a Maria “o bouquet das mais lindas flores que Jesus confiou“ aos seus cuidados, isto é, “os irmãos e irmãs do mundo inteiro resgatados pelo seu sangue, sem excluir ninguém.”
Francisco lembrou-nos que “se queremos ser Cristãos, devemos ser marianos”, realçando a relação de proximidade que Maria tinha com o seu filho.

Francisco apelou ainda à concórdia entre povos e à Misericórdia: “Possamos com Maria, ser sinal e sacramento de misericórdia de Deus, que perdoa sempre, perdoa tudo”.

Podíamos continuar a trazer-te mensagens inspiradoras que Francisco nos deixou de aproximação a Deus. Decerto já ouviste muitas delas, quer ao vivo, quer através dos órgãos de comunicação social. Gostaríamos de te deixar a mensagem essencial que Francisco veio partilhar connosco, através do seu exemplo.

Na simplicidade e no silêncio, devemos peregrinar aos pés de Maria e seguir o seu exemplo. Que Maria seja para nós sinal de entrega, sinal de paixão por Jesus Cristo e sobretudo sinal de misericórdia.

Que sejamos íntimos de Jesus como o foi Maria e saibamos acolher em nós as virtudes da Virgem Mãe. Seremos, certamente, melhores cristãos.

Marcações: PAPInha Feita

Cristo Jovem - Pastoral Juvenil, comunicação e evangelização

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO