Terça-feira XXXIV do Tempo Comum

Evangelho Lc. 21, 5-11

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, comentavam alguns que o templo estava ornado com belas pedras e piedosas ofertas. Jesus disse-lhes: «Dias virão em que, de tudo o que estais a ver, não ficará pedra sobre pedra: tudo será destruído». Eles perguntaram-Lhe: «Mestre, quando sucederá isto? Que sinal haverá de que está para acontecer?». Jesus respondeu: «Tende cuidado; não vos deixeis enganar, pois muitos virão em meu nome e dirão: ‘Sou eu’; e ainda: ‘O tempo está próximo’. Não os sigais. Quando ouvirdes falar de guerras e revoltas, não vos alarmeis: é preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim». Disse-lhes ainda: «Há-de erguer-se povo contra povo e reino contra reino. Haverá grandes terramotos e, em diversos lugares, fomes e epidemias. Haverá fenómenos espantosos e grandes sinais no céu».

Palavra da salvação.


Lectio

Numa primeira leitura poderemos ficar alarmados com o discurso do final dos tempos (escatológico) de Jesus. É um sinal, um aviso de Jesus em relação ao nosso corpo e à nossa alma. Um dia todos morreremos, mas, que teremos feito na e da nossa vida?

Meditatio

Tenho construído, desde já, a minha vida eterna, a minha espiritualidade?

Oratio

Chegou a altura de conversares com Deus, abre-lhe o coração e fala abertamente com Ele sobre aquilo que meditaste antes.

Contemplatio

Quando quiseres, termina este tempo de oração a partir da Sagrada Escritura, pedindo ao Senhor que instaure a paz no nosso mundo.

Marcações: Lect'Yo

Imprimir Email

Cristo Jovem - Pastoral Juvenil, comunicação e evangelização

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO