Anunciação do Senhor - Solenidade

Evangelho Lc. 1, 26-38

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, o Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem chamado José, que era descendente de David. O nome da Virgem era Maria. Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo: «Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo». Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela. Disse-lhe o Anjo: «Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo. O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David; reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim». Maria disse ao Anjo: «Como será isto, se eu não conheço homem?». O Anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus. E a tua parenta Isabel concebeu também um filho na sua velhice e este é o sexto mês daquela a quem chamavam estéril; porque a Deus nada é impossível». Maria disse então: «Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra».  

Palavra da salvação.


Lectio

Neste dia em que a Igreja comemora a anunciação do nascimento do Senhor, olhemos para a jovem que nos é aqui apresentada: Maria, a Virgem a quem foi confiada a missão de ser mãe do Filho de Deus. Muitos são os pormenores sobre os quais devemos reflectir. O primeiro deles tem que ver com a escolha feita por Deus de uma mulher virgem para ser mãe do Seu Filho. De facto, Jesus, sendo Filho do Altíssimo, teria de nascer de uma mulher pura, imaculada. Sem a mancha do pecado original. Por isso, Deus escolhe Maria e conserva-a livre de todo o pecado. Por isso também, o anjo ao saudá-la, chama-a de “cheia de graça” e informa-a: “o Senhor está contigo”. Após isto e após o anúncio do Anjo Gabriel, Maria responde prontamente: “Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”. Ela confia e entrega-se inteiramente a Deus, sem hesitar na sua decisão.

Meditatio

Que exemplo vejo em Maria, a Mãe que acolheu o Filho de Deus no seu seio?

Oratio

Chegou a altura de conversares com a Nossa Mãe do Céu, abre-lhe o coração e fala abertamente com ela sobre aquilo que meditaste antes.

Contemplatio

Quando quiseres, termina este tempo de oração a partir da Sagrada Escritura, pedindo a Nossa Senhora que interceda por nós junto de Jesus neste Tempo Pascal.

Marcações: Lect'Yo, Ano B

Imprimir Email

Cristo Jovem - Pastoral Juvenil, comunicação e evangelização

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO

Este website utiliza cookies de acordo com a política em vigor. Ao continuar a navegação está a aceitar a sua utilização. Consulte a nossa política de cookies.