Quinta-feira da XIII semana do TC

EVANGELHO Jo 20, 24-29

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Ora Tomé, um dos Doze, a quem chamavam Gémeo, não estava com eles quando Jesus lhes apareceu. Os outros discípulos contaram-lhe: «Vimos o Senhor!» Mas Tomé respondeu-lhes: «Se eu não vir a ferida dos pregos nas suas mãos e não meter o meu dedo no lugar dos pregos e a minha mão na ferida do peito, não acredito.» Uma semana mais tarde, os discípulos estavam de novo reunidos em casa, e Tomé encontrava-se com eles. Apesar de as portas estarem fechadas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e exclamou: «A paz esteja convosco!» A seguir disse a Tomé: «Põe aqui o teu dedo e vê as minhas mãos, estende a tua mão e mete-a no meu peito. Não sejas descrente! Acredita!» E Tomé respondeu: «Meu Senhor e meu Deus!» Jesus disse-lhe: «Crês agora porque me viste? Felizes os que creram sem terem visto.»

Palavra da salvação.


Concentra-te e faz o sinal de cruz para iniciares a leitura orante de hoje. Não te esqueças de invocar o Espírito Santo, com a oração que te demos como exemplo ou com uma oração pessoal. Seja de que maneira for, é importante que o faças. Com a ajuda do Espírito de Deus, mais facilmente entrarás nos mistérios da Sua Palavra.

Lectio

Lê, uma primeira vez, o Evangelho de hoje, de forma descontraída mas concentrada. Não te preocupes em fazer uma análise do texto (não é este o objectivo!); lê-o tendo em conta que é Deus que te fala, a ti pessoalmente. Depois, lê mais uma ou duas vezes (ou as vezes que quiseres) e tem em atenção, principalmente, a estas coisas: a acção, as personagens que surgem neste excerto e o diálogo que travam entre elas. Facilmente identificas estes pormenores. Tomé não acredita na Ressurreição de Jesus, quando os restantes discípulos afirmam terem visto o Senhor. «Se eu não vir a ferida dos pregos nas suas mãos e não meter o meu dedo no lugar dos pregos e a minha mão na ferida do peito, não acredito.» Daqui se tornou famosa a frase proverbial "Ver para crer como São Tomé". No entanto, quando Jesus se mostra ao discípulo descrente, este acredita e exclama «Meu Senhor e meu Deus» ao que Jesus lhe responde: «Se eu não vir a ferida dos pregos nas suas mãos e não meter o meu dedo no lugar dos pregos e a minha mão na ferida do peito, não acredito.»

Meditatio

Agora, medita sobre a Palavra que acabaste de ler e reflecte sobre o que Ela te diz neste exacto momento da tua vida. É uma meditação muito pessoal e eu pouco posso ajudar neste passo. No entanto, não te esqueças de reflectir, e sê de facto sincero, se realmente acreditas na Ressurreição de Jesus sem o ter visto. Se a tua resposta for positiva, pensa no que te faz acreditar nisso, reflecte sobre a presença de Deus e de Jesus na tua vida e sobre a forma como essa presença te leva a acreditar que Ele está vivo.

Oratio

Chegou a altura de conversares com Deus, abre-lhe o coração e fala abertamente com ele sobre aquilo que meditaste antes.

Contemplatio

Agora coloca-te numa posição de adoração e agradecimento ao Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Deixa-te estar, humildemente, e esforça-te por sentir a Sua presença. Entrega-te a este momento de adoração. Quando quiseres, termina este tempo de oração a partir da Sagrada Escritura, levando contigo a certeza de que Jesus está realmente presente e vivo.

Marcações: Lectio Divina, Oração, Lect'Yo, Ano A

Imprimir

Cristo Jovem - Pastoral Juvenil, comunicação e evangelização

Juventude que acredita!
Segue-nos em

LECT'YO