JMJ 2016: Cracóvia apresenta planos de segurança, apoio médico e transporte

Teve lugar, no passado dia 19 de março, um evento de apresentação sobre os planos de segurança, apoio médico e transporte da JMJ Cracóvia 2016 e que contou com a presença do governo, das autoridades locais e do Comité Organizador Local.

Na base destes planos estão os mais recentes números que apontam para um total de 1.8 milhões de peregrinos nos Atos Centrais.

Conscientes da importância deste evento para a imagem da cidade e do país, os representantes no encontro asseguram que a Polónia está pronta para receber a Jornada Mundial da Juventude.

Assistência médica

Segundo a chefe da equipe de Emergência Médica de Cracóvia, a doutora Małgorzata Popławska, a assistência médica irá centrar-se em dois eixos fundamentais: a segurança e saúde do Papa Francisco e a assistência médica para os peregrinos e habitantes de Cracóvia, prevendo-se a preparação de instalações médicas adicionais. Todo o dispositivo médico terá em conta as línguas oficiais da JMJ e para isso a equipa médica irá aprender as expressões básicas de diferentes idiomas e também receber um gráfico e questionário especial para que os pacientes indiquem, por exemplo, o grau de dor.

Segurança

Estarão cerca de 6500 polícias polacos ao serviço da JMJ e não são esperados riscos adicionais aos de todos os dias. A grande dificuldade prende-se com o elevado número de pessoas que poderá colocar grandes desafios ao sistema de transporte. A Polícia alertou ainda os peregrinos para os carteiristas, habituais neste tipo de eventos, e fraudes com dinheiro falsificado.

No esquema de segurança estão também previstos cerca de 2400 bombeiros, mais de 6000 voluntários nas Brigadas de Incêndios e 3000 soldados que darão apoio na construção das infraestruturas em Brzegi, local do Campus Misericordiae. As Forças Armadas construirão quatro pontes: três na área do Campus Misericordiae e uma que ligará os santuários da Divina Misericórdia e São João Paulo II, em Łagiewniki.

Transportes

Existirão limitações profundas ao tráfego de automóveis na cidade de Cracóvia de 29 a 31 de julho, embora existam condicionamentos logo a partir do dia 23. Segundo representantes da cidade, os peregrinos devem privilegiar o transporte a pé, usando os transportes públicos como complemento. Ainda assim está previsto o reforço de todo o sistema que contará com 600 autocarros e 300 elétricos, com capacidade para transportar 57 mil passageiros por hora.

Estão também a ser preparadas bolsas de estacionamento nos limites da cidade que poderão receber cerca de 15 mil autocarros, e nas ruas da cidade poderão estacionar mais de 15 mil automóveis, embora seja desaconselhado o uso de viatura própria.

Lê a notícia completa aqui.

Marcações: Cracóvia 2016

Imprimir

Este website utiliza cookies de acordo com a política em vigor. Ao continuar a navegação está a aceitar a sua utilização. Consulte a nossa política de cookies.